BARONS

BARONS

Discutindo Supermax COM Spoilers




#NãoAcreditoNumFinalFeliz




supermax teorias

Se você ainda não assistiu a série, recomendo que você leia ESSE POST que não tem spoilers.

Caso já tenha assistido embarque nesse aqui para falarmos das cenas e dos acontecimentos mais marcantes, e para opinar conosco sobre o último episódio que deve ser lançado simultaneamente na TV e na WEB no início de dezembro.

Cleo Pires Supermax spoiler

Ops… Spoiler alert! Ou quase

Recapitulando as situações

Tínhamos 12 participantes.

Os 12 participantes de Supermax

Arthur, Cecilia, Sabrina-Padre, Capitão, Diana, Dr, Bruna, Zé Augusto, Dante, Luizão e Janette

Até o penúltimo episódio somente dois personagens morreram (Luizão 😭 e a Cecilia), Zé Augusto está no modo animal por causa da doença e temos outros 8 a beira da morte na cela, o padre está num “revenge” maluco e a Janette está numa armadilha próxima a saída (diga-se de passagem, a mais segura do grupo).

As Mortes

Para ser sincero a morte da Cecilia não teve peso nenhum em mim, whatever (ou para usar o português coloquial, “caguei para ela, doente e esfaqueada”). Ela introduzir os sintomas da doença a história e o fato deles serem bem próximos de algo real (num primeiro momento achei que era raiva, e ela teria passado para o Arthur) me deixou muito mais animado com a série, mas só.

Agora, esse tópico foi feito somente em memória do Luizão. Em nenhum momento eu imaginei que ele seria morto sem lutar, quem dirá então daquela forma. A morte dele realmente me chocou.

Desde o começo eu não tive um personagem favorito, gostava do padre por ele ser “bonzinho” e de resto só torci para o “Capitão” arrebentar o Arthur, torci contra o Zé Augusto por motivos óbvios, e contra a “Cleo Pires” porque além de péssima na atuação, a personagem é um saco.

Com o avanço da história o Luizão foi ganhando espaço e se tornando muito querido, a vontade dele de ajudar e manter todo mundo focado e juntos, além da zuada que ele dá em todo mundo enquanto está preso na cozinha. Aí então, depois de criar um laço com o cara e deixar ele com um pé pra fora da prisão, primeiro ele tem o braço empalado por uma lança e quando ele sai do buraco e eu acho que agora ele vai ficar puto e se vingar… ele aparentemente é morto (e antes fosse). Então quando eu menos já estava quase aceitando o modo RR Martin dos roteiristas, os filhos da mãe me deixam o coitado totalmente sem rosto para agonizar antes de morrer!
Imagino os roteiristas falando “Ahhh ficou tristinho com a morte dele? Então toma aí ele todo bagaçado, pra você ver ele morrer de verdade e imagine o quanto ele sofreu! hahahahahah (risadas malignas ao fundo)”

Luizão Supermax

NAAAAAOOOO!!!

Poderia ter sido com qualquer outro personagem que eu definitivamente não ligaria (acho que exceto o padre), mas escolheram o personagem fisicamente mais forte e habilidoso, que está naquele lugar exatamente por ter matado alguém de tanto socar, e o matam não com um tiro, de longe ou algo do tipo, Baal literalmente esfolou sua cara com ele vivo.

Mas essa cena ainda teve um agravante, pois pelo que tinham nos mostrado do “pessoal que mora lá embaixo”, eu estava imaginando que lá viviam pessoas selvagens, ou doentes, mas não pessoas más! O maluco arrancou a cara de uma pessoa que ele nem sequer conhece!! Matar alguém que você não conhece já é algo muito ruim, porém para um selvagem a gente dá um desconto. Admito que após o fim do episódio fiquei uns 5 minutos antes de começar o proximo só pensando: “Caraca, por que você fez isso??? Por que alguém faz isso??”

Sim, curti muito a coragem dos caras em matar um personagem que estava se tornando um protagonista e teve bastante tempo de tela e ainda mais dessa forma, mesmo que no fundo tenha ficado triste.

A mitologia

Primeiro, talvez o melhor episódio da série foi o décimo onde tudo é explicado pelo “Chris Pratt brasileiro”. Uma pelo episódio ter sido muito bem produzido, tendo uma qualidade perfeita em todos os aspectos, desde a história até as atuações. E outra coisa que contribuiu foi o momento em que o episódio foi colocado, Baal havia acabado de conversar com o Padre, mas não sabíamos se era real ou coisa da sua imaginação, do outro lado estávamos quebrando a cabeça tentando entender o que era a doença e quem estava no subsolo. Então eles trazem tudo logo de uma vez. Já que os mistérios seriam revelados logo, porque não fazer com estilo?

Episódio 10

Provando que “Todo castigo pra pobre é pouco”… até ele ficar maluco!

Isso sem falar da mitologia em si, Baal o deus pagão da fertilidade e o “marido” (taí um motivo para as mulheres), poupava aqueles que o adoravam (vide o Dante) e sacrificavam crianças em seu nome (mesmo que o sacrifício aqui seja por “necessidade”).

Coisas que deveriam ter acontecido

Para uma história ser exatamente do jeito que você queria, só se você mesmo escrever, então vou citar algumas coisas que torci para que acontecessem, mas infelizmente não rolaram.

#Dante tomar uma surra: O moloque está atrasando a vida do pessoal desde o começo, essa necessidade de atenção dele se resolveria de uma maneira simples, umas boas pancadas. Todos tem problemas, mas nem por isso ficam fazendo merda por aí.

#Zé Augusto ser punido: Estupro não tem perdão, possivelmente ter pego HIV é uma boa punição, mas também tem a chance de não ter pego, se o Capitão tivesse ficado sabendo do que aconteceu, com certeza ele não teria vivido o suficiente para a faze final da doença.

#Parar com aquele zoom nas câmeras focando e desfocando: Os outros itens acima eu torci para acontecerem, esse aqui tudo o que eu queria é que parasse. Eu não contei, até porque não sou aqueles nerds savant, mas só nos 5 primeiros capítulos eles deram pelo menos duas vezes por episódio, enquadradas nas câmeras de vigilância focando nos participantes. Isso porque eu não estou considerando o reaproveitamento desse take várias vezes.

PALPITES E TEORIAS

Vamos então ao que interessa, os palpites sobre o futuro, como ainda falta bastante tempo para o final ser lançado, esse tópico poderá ter uma longa vida útil.

Se seguirmos o sonho do padre, você pode entender duas coisas: que somente um se salvará (foi meu primeiro palpite) ou que um deles vai salvar os outros (que ficou parecendo quando ele se colocou nesse papel).

-Se apenas um se salvar eu voto na Janette já que ela está perto da saída e longe dos inimigos. Aí o padre pode tirá-la das cordas e voltar para matar todo mundo e acabar morrendo, ou ela escapa sozinha mesmo enquanto o resto se mata lá atrás.

-A segunda opção, onde o padre salva (quase) todo mundo, ele chegaria por trás metendo bala, mataria a maioria, alguns morreriam, mas talvez uns 5 ou 6 se salvassem.

Sinceramente, acredito que de cara depois das celas abrirem Baal e cia vão matar uns 3 e negociar as mulheres, eles se entregam, as mulheres que sobraram são levadas, os homens são torturados, o padre tenta salvar todo mundo, e no final sobram uns 3 personagens.

Em qualquer teoria minha, eles acabarão morrendo no fim, mesmo que alguém escape, não acredito que eles conseguiriam sair do meio da floresta. E na real, acho que quando eles saírem da prisão não terão nem a chance de procurar uma cidade já que alguém, provavelmente quem estava observando pelo drone vai matá-los quando eles achavam que estariam salvos, por simples queima se arquivo – não esquecer que eles fizeram parecer que estava todo mundo a salvo em casa.

*A série já foi “revolucionaria” para os padrões Globo, mas acredito que funcionários da Globo fazendo a queima de arquivo dos participantes ainda seja demais, devem aparecer alguns militares sem identificação e matar todo mundo.


E você? Tem alguma teoria diferente? Acredita num final feliz? Deixe suas expectativas aí noa comentários ou nas nossas redes sociais: FACEBOOK e TWITTER.


Tags do post:


  • Jhow

    Tiveram uns sites aí falando de plano A e B dos roteiristas, onde um envolvia o capitão e o outro o padre.
    Prefiro acreditar que é besteira deles, também voto no padre e acho que ele poderia ficar vivendo na prisão estilo Baal quando tudo terminar.

Close