BARONS

BARONS

Top cenas mais chocantes das HQs




Tragedias andam lado a lado com heróis nas HQs e muitas vezes vem banhado com sangue




Morte de Damian Wayne

Histórias em quadrinhos possuem universos próprios e décadas de histórias sendo contadas e é claro algumas delas marcaram época, se tornaram icônicas e algumas vezes até perturbadoras. Veremos a seguir alguns exemplos da criatividade, coragem e loucura dos escritores de HQs.

Só para lembrar esse post será recheado de SPOILERS então cuidado, que “O que foi visto não pode ser desvisto”.

MORTES TRÁGICAS
A morte do Capitão América – Guerra Civil (2006)

Em uma das minhas histórias favoritas, Guerra Civil tem um fim trágico para a resistência. Quem já leu as histórias lembra (ou não) que a morte do Golias pelo Ragnarok mudou totalmente o rumo da guerra, mas a verdade é que ninguém se importava com o personagem. Porém depois que o Capitão América se entrega a paz parece retornar, mas existe um grande esquema para matar o Capitão e o plano é posto em pratica com ele algemado passando por uma fila de repórteres e populares. Ele é atingido por um tiro dado pelo Ossos Cruzados e depois ainda é baleado mais algumas vezes pela Sharon Carter (manipulada pelo Dr. Faustus) e sangra até a morte em rede nacional. Fechamento épico para uma das melhores sagas da história dos quadrinhos.

A morte do Capitao America em Guerra Civil

Capitão América martir

A MORTE DO SUPERMAN (1992)

Em A Morte do Superman pela primeira vez o Homem de Aço enfrentou um oponente tão poderoso fisicamente. Depois de muita destruição o Superman acaba se sacrificando para vencer o imparável Apocalypse.

A morte do Superman

Superman e Apocalipyse mortos, ou não

A morte de Robin (Jason Todd) – Morte na Família (1988)

Um dos maiores motivos desse Batman rancoroso que vemos hoje em dia vem da morte do seu parceiro Robin (Jason Todd), e não é por menos, Coringa o espanca com um pé de cabra e o deixa desacordado em um galpão cheio de explosivos. Além da violência do Coringa batendo no Robin já caído, o que mais chama atenção é que foram os leitores que decidiram que ele morreria na explosão do galpão. Uma votação foi aberta para saber se ele sobreviveria ou morreria, e como o povo quer ver sangue… Foram quase 11 mil votos ao custo de cerca de $1 (valor convertido para 2016) onde pouco mais de 50.33% votaram pela morte.

A morte do Robin em Morte em Familia

Espancado e explodido

A MORTE DE GWEN STACY – The Amazing Spider-Man #121 (1973)

Mais uma cena adaptada para o cinema, em O Espetacular Homem Aranha 2. Nas HQs o duende verde joga a amada de Peter Parker de cima de uma ponte, até aí só mais um dia na vida de Peter, como sempre ele vai lá, lança sua teia e a segura antes dela atingir o mar. Porém o movimento brusco do resgate acaba matando a moça, cena que deixou tanto Peter quanto qualquer leitor em choque, ainda mais porque ele estava todo alegre por tê-la salvo [vide imagem].

A morte de Gwen Stacy em The Amazing Spider-Man #121

“Eu não só sou o mais ousado herói como também o mais versátil, quem mais poderia salvar uma garota de uma queda mort…”

BLOB COME A VESPA – Ultimatum #5 (2008)

O arco Ultimatum é uma história a parte, daqueles universos paralelos onde todo mundo acaba morrendo, então eu poderia fazer uma lista só dele, mas como esse não é o objetivo e a história é controversa, então escolhi a morte da Vespa, que foi simplesmente devorada pelo Blob, numa cena digna de The Walking Dead, mas não termina por ai, ao ver sua amada morta Hank Pym se transforma no Gigante e come a cabeça do Blob. HQ muito criticada mas as vezes é legal ver o circo pegando fogo.

Blob come a Vespa em Ultimatum #5

Tem gosto de galinha

Mercenário mata Elektra – Daredevil #181 (1982)

O Mercenário foge da prisão e para se vingar do Demolidor, mas antes vai atrás de Elektra que tinha acabado ficando com o seu cargo de assassino do Rei do Crime, ela até começa vencendo na base da luta, mas o Mercenário usa suas cartas para atordoar a ninja, pega uma de suas Sai do chão e infinca na moça que cambaleia agonizando até o apartamento do Demolidor e morre nos braços do seu ex-namorado. A morte violenta e demorada da moça serviu, além de chocar os fãs, para moldar o personagem do Demolidor.

Mercenario mata Elektra

Mais trágica que a morte dela, só o filme de 2003

A morte do Ultimate Spiderman – Ultimate Spider-Man #160 (2011)

Um dos melhores motivos para as editoras criarem novos universos é a oportunidade de experimentar em seus personagens famosos e ocasionalmente matá-los para ver a reação do público. Nesse caso sobrou para o “Cabeça de Teia”. Depois de uma longa batalha contra o Sexteto Sinistro, sobrando apenas o Duende Verde, Peter joga um caminhão que explode em cima do vilão e acaba matando os dois. Além da morte de um dos melhores e mais queridos personagens que a Marvel já lançou, ele morrer nos braços de Tia May e Mary Jane foi muito marcante. Mas nada é de graça, a Marvel preferiu parar no auge depois de 160 edições e arriscar lançando um novo Homem Aranha, o garoto negro, Miles Morales, que usa a imagem do Peter como inspiração, e já tem uma legião de fãs pelo mundo.

A morte do Homem Aranha Ultimate em Ultimate Spiderman 160

A morte do melhor Homem Aranha

A morte de Damian Wayne – Batman Incorporated #8 (2013)

Uma criança. Nem crianças se livraram da lista. Ser filho do Batman não deve ser uma tarefa fácil, ainda mais quando você assume a identidade de Robin. O resultado não poderia ser outro, mas o que torna a morte dele desconfortável para o leitor é que não é normal ver em qualquer mídia um garoto mascarado ser atravessado por uma espada. [imagem da capa]

Damian Wayne morto em Batman Incorporated #8

De novo Batman?!

Dr. Manhattan explode Rorschach – Watchmen #12 (1987)

Mais uma cena famosa para quem assistiu à adaptação para o cinema. Depois de descobrir que Ozymandias havia destruído metade de Nova Iorque para trazer paz a Terra, Rorschach é o único dos heróis que não concorda em guardar segredo sobre o acontecido e tenta ir embora, Dr. Manhattan tenta impedi-lo, porém Rorschach o ignora e diz que só pararia se fosse morto, nesse momento Manhattan o explode e vai embora.

Dr Manhattan vs Rorschach

Explosão na HQ

Dr Manhattan explode Rorschach

Versão do filme

A morte da namorada do Lanterna – Green Lantern #54 (1994)

Depois de Hal Jordan ficar maluco com o Parallax, Kyle Rayner se tornou o lanterna da Terra, por não ser um militar como Hal, Rayner contou com a ajuda de sua namorada para treinar e controlar os poderes do anel, até que em um dia ele chega em casa, vê um recado da sua amada dizendo que tem uma surpresa para ele na geladeira e quando abre é ela que está morta lá, assassinada pelo vilão Major Force.
Mais uma morte trágica que serviu de inspiração para o herói. Porém fora dos quadrinhos reascendeu a polemica de que personagens femininas só eram criadas para servir a algum proposito do protagonista e não tinha valor individual.

Namorada de Kyle Rayner na geladeira

Não é pavê!

Mulher Maravilha quebra o pescoço de Max Lord – Wonder Woman #219 (2005)

Durante o arco Crise Infinita, Max Lord consegue manipular a mente do Superman fazendo ele enxergar vilões no lugar dos heróis, por isso ele massacra o Batman e trava uma bela batalha com a Mulher-Maravilha que tenta a todo custo fazer ele enxergar a verdade, sem sucesso, até que ela consegue capturar Max e tenta forçá-lo a desfazer aquilo, ele se nega e diz que o Superman só parará quando o Homem de Aço ou ela morrerem. Então sem opções ela faz o que ninguém, nem mesmo o próprio Max esperava, ela quebra o pescoço dele, encerrando o controle mental.

Mulher Maravilha vs Max Lord

Olha a cara do Superman

Hyde estupra o homem invisível até a morte – A Liga Extraordinária (Vol II) #5 (2003)

Eu poderia ter feito uma lista de cenas chocantes só com histórias escritas por Alan Moore, e depois de ler as HQs de A Liga Extraordinária, percebi o porquê do filme ser tão criticado, é algo totalmente diferente, mas estamos aqui para falar de mortes bizarras, e bizarro é só uma das palavras para descrever um monstro fazendo sexo com o ar. Na verdade Mr. Hyde (o monstro) possui visão térmica e consegue enxergar Griffin (o homem invisível), e apesar de ser um monstro, Hyde tem um senso de justiça bem peculiar, e julga que Griffin por ser um traidor merece a morte, mas pelo que fez com a Sra. Murray e tantas outras mulheres ele merece algo bem pior antes, Hyde o estupra e depois vai jantar como se nada tivesse acontecido, até que depois de um tempo começam a aparecer manchas de sangue na sua roupa, então ele explica que Griffin deve ter acabado de morrer e já não é mais invisível.

Mr Hyde estupra o Homem Invisivel

Griffin descobrindo como suas vitimas se sentiram

A morte de Lori e Judith – THE WALKING DEAD #48 (2008)

Me faltam dedos para contar quantas mortes me deixaram de boca aberta em The Walking Dead, nenhuma outra obra conseguiu me impressionar tanto, mas para não transformar o post em mortes chocantes em TWD, escolhi uma cena só. Quando o Governador enfim consegue invadir a prisão, Rick está evacuando todo e no meio da confusão, tiroteio e zumbis o Governador vê Rick e sua família correndo e ordena que Lilly (uma das integrantes do exército de Woodbury) atire neles, Lori que estava por último é atingida e junto com ela Judith que estava no seu colo. Além da cena pesada do tiro de escopeta abrindo um buraco na Lori, o evento ainda foi importante para que todos pudessem ver quem realmente era o Governador e acaba levando a morte do mesmo na sequência.

A morte de Lori e Judith em The Walking Dead #48

Se a Michonne tivesse feito o trabalho completo isso não teria acontecido

Jubileu crucificada – Uncanny X-Men #423 (2003)

Uma história controversa que boa parte dos fãs dos X-Men não gostam, mas merece espaço aqui. Na minissérie Guerra Santa, os X-Men sofrem um ataque de uma seita anti-mutantes, eles crucificam vários mutantes em frente à casa dos X-Men e deixa todos desesperados, a situação piora quando encontram Jubileu entre os mortos, uma das mutantes mais queridas pelo Wolverine, deixando ele louco por vingança. Como eu disse a história é fraca, é confusa, mas vale a menção.

Jubileu crucificada em Xmen

Jubileu é crucificada pela Igreja da Humanidade


VIOLÊNCIA

Em alguns casos a morte pode ser um prêmio em comparação com o sofrimento que pode ser causado, a seguir listamos alguns casos em que a morte não chegou, mas a dor foi pesada.

Magneto tira o adamantium do Wolverine – X-Men #25 – Fatal Attractions (1993)

Durante uma luta contra Wolverine Magneto se enfurece e literalmente retira todo o adamantium do corpo do herói. Durante o coma de Wolverine é finalmente revelado ao publico que por baixo do adamantium haviam ossos normais, inclusive as garras.

Wolverine perde o adamantium em Fatal Attractions

Se ele não tivesse ossos normais iria sobrar só um saco de pele com orgãos dentro

Bane quebra o Batman – Batman #497 – A Queda do Morcego (1993)

Mais uma cena icônica que já foi reproduzida nos cinemas. O novo vilão de Gotham, Bane, enfim encontra o Batman, e não poderia ter sido pior para o Homem Morcego, Bane enfrenta um Batman debilitado pelas batalhas com outros vilões que haviam escapado de Arkhan e o espanca durante toda uma edição para no final quebrar a coluna do herói e jogá-lo na frente da população para mostrar quem manda na cidade.

Bane quebra o Batman em A Queda do Morcego

Bane quebra o Batman física e emocionalmente.

Coringa aleija Barbara Gordon – A Piada Mortal (1998)

Uma das mais famosas histórias do Batman e que mais desenvolvem o Coringa. E essa cena é o retrato da HQ, Coringa simplesmente toca a campainha do comissário Gordon, quando sua filha Barbara atende a porta ele atira nela na frente do pai (atingindo sua espinha), seus capangas batem e capturam o comissário enquanto ele despe e implicitamente estupra Barbara, fotografando tudo para mostrar ao pai depois. É isso que acontece quando Alan Moore escreve sobre o Coringa.

Coringa atira na Barbara Gordon

Tudo para provar que qualquer um poderia se transformar nele depois de um dia ruim

Homem Formiga bate na Vespa – Avengers #213 (1981)

Hank Pym tem uma mentalidade perturbada nos quadrinhos, vide o monte de heróis que ele encarna (Homem-Formiga, Gigante, Golias, Jaqueta-Amarela…), sem contar o fato dele ter criado o robô homicida Ultron, e nos anos 80 ele estava passando por um momento de extrema pressão com os Vingadores pelo seu comportamento, e já vinha maltratando sua esposa a tempos, até que numa tentativa de se redimir pelo Ultron ele cria outro robô maluco e quando Janet o questiona, ele a atinge com um tapa. Ver um super-herói deixar uma moça indefesa (sem o traje de Vespa ela é só uma mulher normal) de olho roxo não é normal, nem vilões batem em mulheres. Mesmo o escritor Jim Shooter tendo declarado que Hank não é um cara que bate na esposa e aquele foi só um momento de stress, a HQ toda foca na péssima pessoa que ele é. Recomendo para quem quer ver um herói sendo um babaca completo.

Hank Pym bate na esposa em Avengers #213

Hank Pym (Jaqueta Amarela) babaca

Vingança contra o governador – The Walking Dead #33

Depois de ser violentada por dias pelo Governador, Michonne consegue escapar com Rick, mas antes de ir embora ela volta para fazer uma visita particular ao vilão. Muito diferente da luta até equilibrada que o seriado mostrou, na obra original ela o nocauteia, amarra e depois passa um bom tempo torturando o “ditador”, não vou descrever a cena toda aqui, uma porque não sou um sádico e outra porque recomendo fortemente que vocês leiam as HQs, mas só para dar uma ideia, ela o corta, arranca suas unhas, decepa alguns membros e nem vou dizer as várias utilidades que ela encontra para uma colher.

Michonne tortura o governador em The Walking Dead #33

Essa é só uma prévia de tudo

Justiceiro salva o Homem-Aranha – Guerra Civil #5

Um dos maiores trunfos de Tony Stark na Guerra Civil era ter o Homem Aranha ao seu lado, mas com o passar do tempo Peter foi percebendo que tinha cometido um erro, quando ele enfim resolveu trocar de lado, acabou enfrentando Tony, que ainda tentava convence-lo a continuar do seu lado, mas Maria Hill se irrita com a fraqueza de Tony e mandou os Thunderbolts (vilões que concordaram em ajudar o governo a capturar os heróis anti-registro) para prender o Aranha. Como vilões não deixam de ser vilões, Polichinelo (Jester) e Halloween (Jack O’Lantern) encontram Peter já ferido pelo exército da SHIELD tentando fugir pelos esgotos e espancam ele até o momento em que o Justiceiro os encontra, ele explode a cabeça dos dois e leva o Homem Aranha até o esconderijo dos “rebeldes”.

Justiceira salva Homem Aranha em Guerra Cívil

Justiceiro chegando ao esconderijo do Capitão América


BÔNUS
O processo foi iniciado a 35 minutos atrás – Watchmen #11 (1987)

Watchmen realmente mostra que se heróis fossem reais eles sofreriam bastante e no fim do dia nem sempre sairiam vencedores. Novamente, quem assistiu ao filme também deve ter se chocado com a cena (caso não tenha lido a HQ), o gênio Ozymandias, ex-parceiro dos “Watchmen” e agora “vilão” conta todo o seu plano de destruir metade de Nova Iorque para evitar uma guerra atômica de nível mundial e o possível fim do mundo. Os heróis então perguntam sem acreditar: “Quando pretendia por essa sua fantasia em pratica?”. A resposta é simples e objetiva [ver completa na imagem abaixo], “O processo foi iniciado 35 minutos atrás”. Fica a dica Lex Luthor, só se conta o plano maligno depois de realizado!

Ozymandias plano em Watchmen #11

Too late!

DINASTIA M (2006)

Nesse caso não é uma cena, mas sim toda uma minissérie, os X-Men e os Vingadores estavam procurando a Feiticeira Escarlate e o Prof. Xavier, até que um clarão cega a todos, quando Wolverine acorda ele percebe que está em uma utopia onde os mutantes são a maioria e vai procurar seus amigos para descobrir a verdade. Não bastasse essa mudança drástica no mundo todo, quando chegamos ao final onde tudo parece ter sido resolvido a Feiticeira se irrita e grita “Sem mais mutantes!”, agora menos de 10% dos mutantes ainda tem seus poderes, o resto se tornaram humanos normais.
[veja nossa analise da HQ aqui]

Feiticeira Escarlate - Sem Mais Mutantes em Dinastia M

Se não quer viver em seus sonhos, então vivam nos seus pesadelos

É isso pessoal, essa são só algumas das cenas que marcaram época e ficaram gravadas na nossa memoria, e vocês se lembram de alguma que ficou de fora? Wolverine virando um totem de adamantium? A morte do Glen em TWD?
Deixe ai nos comentários quais cenas faltaram e quem sabe nós não criamos um post bônus, só com essas cenas.


Tags do post:


  • Guito 248

    Em que hq o homem aranha e espancado?

    • Baron II

      Na HQ – Guerra Civil #5
      Esqueci de colocar no titulo, valeu pelo toque (y)