BARONS

BARONS

Madden 16




Mesmo sem concorrência, o game continua evoluindo.




Cartaz Madden NFL 16

Antes de começar tenho que dizer que joguei a versão do Xbox 360, nesse momento, 2 anos após o lançamento do Xbox One os jogos estão cada vez menos “Uma versão com gráfico mais fracos” para um jogo totalmente diferente entre os consoles. Ou seja, existem muito mais diferenças do que simplesmente os gráficos.

Até hoje, sempre que alguém me diz que não consegue entender Futebol Americano eu aconselho jogar Madden, assim como um jogo de tabuleiro ou equações matemáticas, aprender fazendo/jogando é muito mais produtivo, quando comecei a acompanhar a NFL eu ficava meio perdido em todas aquelas regras malucas, até que instalei o jogo no PC (na época ainda lançavam versões para PC hein) e fui aprendendo meio que na marra.

Sobre o jogo, posso dizer que continua evoluindo, mesmo sem um concorrente a EA anda investindo cada vez mais para melhor a experiência dos jogadores, melhorando não só os gráficos como a jogabilidade em si, ainda está muito longe dos jogos de futebol e basquete principalmente no quesito gráfico dos personagens, os jogadores quase não tiram o capacete, mas técnicos e torcidas são bem feios. Na jogabilidade lembro o ano em que estourou o Read Option na NFL, o game do ano ainda não sabia direito como lidar com esse tipo de jogada, hoje alguns anos após eles não só treinam o player para usar, como também, tem conquista para desbloquear marcando TD a partir dessa jogada.

Chamando jogada - Madden 16

Chamando jogada

Desde a versão anterior, temos disponível um modo Ultimate Team, parecido com o do FIFA onde os jogadores são cards que você compra, vende e troca e monta o melhor time possível, o problema aqui é que diferente do FIFA não há um modo de campeonato offline para você melhorar o time antes de jogar contra outros players, o que acaba dificultando e desanimando bastante se você não tiver sorte na hora de abrir os packs com jogadores.
Temos também o modo Draft Champions onde você escolhe o modo de jogo que mais te agrada (corrida, passes curtos, passes longos) e então terá 15 rodadas de um Draft para escolher sempre entre 3 jogadores oferecidos qual o melhor para o seu time, incluindo o técnico do qual você usará o Playbook e um jogador Lendário.
Mas mesmo sendo muito interessantes e divertidos, o modo que eu mais gosto segue sendo o clássico Franchise, hoje existem três modos de jogo nessa categoria, Dono da Franquia: onde você é o dono do time e tem que definir valores de ingresso, melhorias no estádio ou até mudança para outras cidades, mais os outros dois modos a seguir; Head Coach: O técnico principal do time, aqui não precisa se preocupar com nada extra campo, só a contratação/dispensa de jogadores e esquemas de jogo e depois jogar depois; Jogador: nesse último modo você é apenas um jogador do time, igual a o modo Be a Pro do Fifa, não se preocupa com nada exceto treinar e melhorar suas habilidades.
Sou da época em que só existia o modo Dono de Franquia, então jogar não precisar perder tempo com o preço da pipoca no estádio é um avanço gigantesco para mim, perdi incontáveis horas tornando um NY Jets um time descente. O mais legal é que a cada rodada temos uma tela com supostos Tweets de jornalistas e outros especialistas comentando sobre seu time e o campeonato.

Mesmo sendo a versão para um console em fim de carreira o jogo não apresenta tantos bugs mais, a minha maior reclamação é com os loadings demorados, taí um dos motivos de eu não ter investido mais tempo no modo Ultimate Team, para jogos offline o game só oferece uma opção de desafios, normalmente vencer um jogo no qual estamos perdendo ou segurar um jogo que estamos ganhando, quase sempre já dentro do two minutes warning, ou seja, partidas curtas normalmente com somente uma campanha onde o jogo passava mais tempo carregando para iniciar e encerrar a partida, do que comigo jogando de verdade, além de não ajudar a testar o time de maneira eficiente.

Huddle - Madden 16

Huddle

Num geral, após ficar três anos sem jogar estou muito feliz com o que encontrei, o jogo tem muito mais prós que contras, e deve ser ainda melhor para Xbox One e PS4, o próximo eu prometo que vou jogar numa dessas plataformas, dar minha opinião aqui e quem sabe uns vídeos lá no canal do Youtube, até lá sigo sonhando com o dia em que outra empresa entrará na concorrência do gênero e que eles juntem o jogo da NCAA com o NFL para não termos mais Rookies genéricos dominando o jogo após três temporadas.



Close