BARONS

BARONS

Vai Que Cola – O Filme




Se você gosta da serie, vai amar o filme




Cartaz Vai que cola - o filme

Vai Que Cola – O Filme mostra como Valdomiro Lacerda (Paulo Gustavo) perdeu seu dinheiro e seu amado lar no Leblon e foi parar no Méier, após cair em um golpe (olha só como o mundo dá voltas).
Usando uma pensão diferente da vista na série, mas com os mesmos moradores: Dona Jô, Jéssica, Ferdinando, Máicol, Terezinha, Velna e Seu Wilson.
Andrada (Márcio Kieling), que no caso foi um dos responsáveis por colocar Valdomiro nessa situação toda, oferece sua antiga cobertura no Leblon e uma oportunidade de ele recuperar sua antiga vida. Somando isso a interdição da pensão deixando todos sem teto, Valdomiro “convida” o grupo para passar uns dias com ele.

a cobertura - Vai que cola

A cobertura

Sou um amante declarado da série no Multishow isso deveria pesar um pouco na minha opinião sobre o filme, mas a verdade é que quem não curte a serie não vai gostar do filme porque esse não passa de um episódio duplo usando outros cenários além da famosa pensão.
O filme não fugiu em nada da série, tudo está retratado lá, Jéssica querendo ser famosa a todo custo, Máicol sendo traído e burro o tempo todo, Terezinha gritando sem parar e o Ferdinando soltando seus bordões.
Ouvi várias reclamações dos estereótipos escancarados, piadas preconceituosas… Quem segue o site, sabe que eu amo o politicamente incorreto, nada no filme nem na série chega ao nível de South Park ou afins, tem muita piada que pode ser ofensiva para quem se identifica (gays, gordos, pobres…), mas a verdade é que cada personagem tem suas características, a unica unanimidade é que são pobres, fora isso cada personagem é de um jeito, não generalizam tipo todo pobre é farofeiro ou todo gay solta a franga, Terezinha é farofeira e Ferdinando solta a franga.

Cada personagem tem uma pequena história paralela, um pouco para dar espaço para todo mundo e um pouco para encher linguiça mesmo.
Paulo Gustavo que dessa vez precisou decorar o texto e o nome dos personagens (já que no modo teatro da série ele vive chamando os personagens pelo nome dos atores, além de errar o texto sempre) ou então continuou improvisando e acabou ficando isso no corte final do filme, ele quebra a 4ª parede várias vezes reclamando da sua vida ou explicando situações para o espectador e o fato de ser assumidamente homossexual faz suas piadas com Ferdinando parecerem menos pesadas.
Marcus Majella segue sendo meu personagem favorito, como a história principal gira em torno de Valdomiro e suas picaretagens, outros personagens perdem um pouco de espaço ou muito no caso do Wilson, mas todos têm seu momento, um pouco maior para uns como a história paralela da Jessica tentando sair com o ator Pedro Toledo (interpretando a si mesmo) e menor para outros como Wilson (algo que acontece com bastante frequência na série também).
Fiorella segue sendo o rostinho bonito da série, não consigo ver ela como atriz, segue não convencendo, mas como dos personagens é quem menos tem espaço no filme, não atrapalha o filme.
Caruzo sim é um talento desperdiçado, aparecendo muito pouco e normalmente sem interagir com os outros personagens.
Dona Jô é uma peça importante na história mas que aparece muito pouco e sem muita relevância, é o interesse amoroso de Quaresma, que quer comprar o apartamento do Valdo e deixa Wilson doido de ciumes.

Paulo Gustavo - Vai que cola

Paulo Gustavo faz piada com se vestir de mulher novamente

No geral, se você gosta da série já deveria ter assistido ao filme no cinema, no momento desse post ele está disponível no Telecine OnDemand, se você não teve a oportunidade de conhecer a série, assista ambos que vale muito a pena, agora se você não é chegado a comedias nacionais, não gosta de um humorzinho negro de leve ou quer um filme para assistir com as crianças, alugue Divertidamente ou Operação Big Hero, porque não é pra todo mundo e muito menos para criança.

Um episódio mais longo da série que passou no cinema, nada mais, nada menos que isso, é importante citar que é muito bom não ter que ver Leandro Hassum em um filme, gosto muito dele, mas ele está em todos, o cinema de comédia brasileiro se resume a um pequeno grupo de atores interpretando situações diferentes em vários filmes, Hollywood faz isso com Adam Sandler e sua turma e todos sabemos que não dá certo e uma hora acaba queimando os próprios atores.

ELENCO PRINCIPAL

Paulo Gustavo – Valdo (Valdomiro Lacerda)
Marcus Majella – Ferdinando
Samantha Schmutz – Jéssica
Fiorella Mattheis – Velna
Cacau Protásio – Terezinha
Fernando Caruso – Wilson
Catarina Abdala – Dona Jô
Emiliano D’Ávila – Maicól
Oscar Magrini – Brito (síndico)
Márcio Kieling – Andrada (ex-sócio pilantra de Valdo’)
Werner Schünemann – Quaresma


Tags do post:


Close