BARONS

BARONS

Os erros ridiculos de The Ridiculous 6




Uma aventura legal e uma comédia meio fraca.




Cartaz Ridiculous 6

Primeiro já aviso, se você não gosta de comédias idiotas não perca seu tempo, se humor besta não é sua praia, vai assistir Beasts of no Nation, que esse filme será duas horas perdidas da sua vida.
Segundo, tenho que informar que me recuso a chamar esse filme de Os 6 Ridículos, um porque a sonoridade é muito maneira e outra que se nem a Netflix traduziu o nome, não serei eu que vou fazer.

Ok, agora vamos a sinopse, Faca Branca (Sandler) é um homem branco que cresceu com os índios, e certo dia recebe a visita de seu pai, Frank Stockburn (Nick Nolte), que lhe conta que era um criminoso mas se aposentou e está muito doente, por isso escondeu todo o seu tesouro para ele. Nesse momento Stockburn é sequestrado pelos seus antigos companheiros que querem parte do dinheiro que eles ajudaram a roubar. A partir disso Faca Branca que possui habilidades sobre-humanas com facas e outras “feitiçarias” indígenas parte sozinho para resgatar seu recém descoberto pai. A história faz jus ao seu nome quando, durante a jornada, Faca descobre ter alguns irmãos, 5 na verdade e juntos eles vão tentar arrecadar o dinheiro equivalente ao do seu pai e depois resgata-lo.

Os irmãos são:
Ramon – O latino e seu fiel escudeiro Burro;
Lil’ Pete – O retardado;*
Herm – O gordo retardado que não fala;*
Chico – O negro;*
Danny – Só Danny mesmo, acho que o roteiro estava pronto sem ele, mas o burro ser um dos irmãos seria forçar a barra demais então inventaram esse outro cara.
*Que fique claro que não são palavras minhas, eles são descritos assim.

Para de começar tenho que fazer uma menção a Taylor Lautner (isso mesmo, o menino lobisomem) ele está sensacional no papel de Lil’ Pete, realmente encarnou o papel e foi de longe o melhor do filme e sem precisar tirar a camisa uma única vez, nem mesmo para mostrar seu terceiro mamilo.

Lil' Pete Enforcado - Ridiculous 6

make animated gifs like this at MakeaGif

Já a decepção ficou por conta do papel do Jorge García (o Hurley de Lost), o fato dele não falar acabou diminuindo as possibilidades do personagem, ainda sim ele protagoniza uma das cenas mais engraçadas do filme.
O próprio Terry Crews que, pelo menos eu, sempre espero gargalhar com ele, acabou ficando bem apagado no filme e a participação de Danny Trejo nem merece ser citada.

Alguns personagens fazem ótimas participações, é o caso do sempre esquisito mas muito bom Steve Buscemi que retrata um “típico” médico/barbeiro/cabeleireiro… da época Dr. Griffin, e também a Gangue do Olho Esquerdo (ou The Eye Patch Gang no original), que como o nome diz os membros só podem ter o olho esquerdo e usar um tapa olho no direito.

Certo, agora vamos ao que interessa.
O filme começa uma porcaria, sinceramente só passei dos 20 minutos porque minha hype estava bem alta, nesse primeiro ato não teve um sorrisinho sequer no meu rosto, mas não desisti, fui forte, e ai sim eles começam a entregar o que foi prometido.
Se esse filme está na categoria de filmes comedia, não é pelo Sandler, ele não faz uma piada sequer durante o filme todo, ele é só o herói do filme, mas já volto a falar sobre isso.

Os seis irmãos - The Ridiculous 6

Os seis irmãos

Enfim, conforme ele vai conhecendo os irmãos o filme vai se tornando uma comedia, e eu realmente estava me divertindo até o momento, devo lembrar que é uma comedia babaca, então se você não gosta desse tipo de humor, esse filme não é para você.
Eu já havia tirado aquele começo entediante da cabeça e estava super animado, até que passamos da metade, aí o nível só cai até o final.

Eles gastaram 10 minutos em uma esquete parodiando a invenção do baseball, que não faz o menor sentido no filme, totalmente desnecessário, ai quando vamos chegando ao final e algumas situações que precisavam de um desenvolvimento melhor foram jogadas na tela e depois deixadas de lado, como se tivesse cortado para diminuir o tempo do filme (mesmo ele tendo 2 horas de duração).

O exemplo mais claro está no ultimo roubo que eles fazem, são apresentados 4 personagens novos, um deles interpretado por Jon Lovitz (que passa cinco minutos em tela), cada um faz duas ou três piadinhas cada, ai começa uma correria louca e esses personagens simplesmente não aparecem mais (exceto numa cena de fim de filme dançando com todo mundo), outros personagens também estiveram nessa situação, a diferença é que neste caso, eles estavam roubando um xerife e um general, esses caras deveriam ter pelo menos resistido um pouco, mas parece que falaram, acelera aí que tá tudo atrasado, deixa esses caras pra lá e vamos direto para o final. E uma das causas dessa sensação é que Adam Sandler sempre escala seus amigos famosos para as produções de que participa, ai você vê um cara famoso em tela e acha que ele vai ter mais que meia dúzia de falas e se frustra quando percebe que o cara é quase um figurante. Mas Adam Sandler ainda ganhará um post só para ele aqui, aguardem…

Ramon - The Ridiculous 6

Ramon

A cena final é para o filme terminar exatamente do jeito que começou, entediante e com um ar totalmente forçado.
Mesmo com todos os pontos citados acima ainda recomendo o filme para quem tiver curiosidade ou se quiser ver um filminho sem compromisso num sábado frio, ou numa madrugada solitária. Assistam e tirem suas próprias conclusões e depois comentem aqui se é tão ruim como dizem. Pela aventura diria que o filme vale um 7, é uma aventura de Sessão da Tarde com um humor que me agrada, não me arrependo de ter assistido, mas não voltaria a ver por livre e espontânea vontade, uma vez já basta.

ELENCO PRINCIPAL
Adam Sandler como Tommy “Faca Branca”
Rob Schneider como Ramon
Taylor Lautner como Lil’ Pete
Jorge Garcia como Herm
Terry Crews como Chico
Luke Wilson como Danny
Nick Nolte como Frank Stockburn


Tags do post:


Close