BARONS

BARONS

Perdido em Marte – A surpresa do ano




A surpresa positiva de 2015




Cartaz Perdido em Marte

Perdido em Marte conta a história de Mark Watney (Matt Damon), um astronauta que está em missão em Marte com sua equipe, mas que durante uma forte tempestade são obrigados a voltar a nave e encerrar a missão antes do previsto. Durante a tentativa de fuga, Watney é atingido e declarado morto, por isso precisa ser abandonado pelos seus amigos. Porém ele não está morto e agora precisa arrumar uma forma de se manter vivo e avisar a Terra que ele ainda está ali sozinho.

Marte - Perdido em Marte

A bela e empoeirada Marte

História muito doida, baseada no livro de mesmo nome, The Martian (nome original), de Andy Weir.
Não cheguei a ler o livro e na verdade quase não assisti ao filme, fui ver aos 45 do segundo tempo, já quase saindo de cartaz, cedendo à pressão de amigos e da internet que o filme era muito bom.

Não sei nem por onde começar, o filme como um todo é sensacional, não tenho reclamações e nem pontos negativos para citar aqui agora, elenco, fotografia, direção e roteiro, tudo impecável, Ridley Scott fez algumas concessões, claro, o filme e o livro precisam funcionar, querendo ou não é uma história de ficção, mesmo assim ouvi coisas do tipo:
– Aquela tempestade do começo é impossível em Marte, tanto que não acontece nenhuma outra durante o filme todo.
– Aquele uniforme dele está a décadas de ser possível.
– A gravidade que eles mostram as vezes é irreal.
– No momento em que ele acende a pedra de combustível ele teria explodido a atmosfera toda dele…
Para começar, tem uma missão tripulada em Marte nos dias atuais e ela não é a primeira! Isso já mostra que por mais que ele tente se manter em na realidade, ainda é um filme. Mesmo com essas licenças que ele adota, o filme se mantem muito verídico, o autor Andy Weir e o diretor Ridley Scott tiveram um tipo de consultoria muito forte da NASA, até porque essa é uma das maiores propagandas da história da Agencia Espacial Americana. Então boa parte do vemos lá ou já existe ou estão sendo projetados para ser daquele jeito.

Manual da Nasa - Perdido em Marte

Leia o manual

Scott conseguiu mesclar bem as mais de duas horas de filme, para que diferente de Vingadores 2, não existisse cortes atrapalhando a fluidez da história contada. Dividido basicamente em 3 núcleos (Marte, Terra e espaço), o filme aborda como cada uma das partes está lidando e fazendo sua parte para salvar Watney.

O filme tinha tudo para ser um drama sério, cheio de imagens de família, ele chorando sozinho em Marte, pensando em desistir, como seria o natural de se pensar. Mas Watney trata a situação de maneira totalmente oposta. As cenas em Marte em geral são menos tensas que na Terra, ele toma suas atitudes para se manter vivo e fica na esperança que a NASA consiga um plano eficaz para resgata-lo, sabe que lá ninguém pode ajuda-lo, apenas seus conhecimentos e criatividade.

Matt - Perdido em Marte

Contando os dias

Que o carisma e atuação de Matt Damon, ditam o ritmo do filme é verdade, mas que elenco esse escalado por Ridley Scott… Chiwetel Ejiofor (2012 e futuro vilão de Doutor Estranho) perfeito no papel do diretor da Missão Marte, alternando muito bem entre o humor e apreensão, correndo de um lado para o outro para conseguir viabilizar o resgate. Sean Bean (que conseguiu sobreviver um filme todo dessa vez) em embates polêmicos com Jeff Daniels (Débi & Lóide) — Aqui eu tenho que comentar sobre Daniels, o cara tem que ser ator de verdade para fazer cenas inacreditaveis como as de Débi & Lóide e depois papeis sérios ou dramáticos (Steve Jobs e Looper são somente alguns dos mais recentes), e Débi & Lóide marcou minha infância, gravando ele lá como esse abestado total, então é sempre um choque ver ele atuando e não sair nenhuma piada, mas ele é um ator excelente e segue a vida, o mesmo vale para Kristen Wigg que eu sempre acompanhei no Saturday Night Live e aqui como Assessora de Imprensa da NASA ela tem muito pouco espaço para humor, já que ela deve manter a opinião pública a favor deles, a NASA sendo estatal necessita do apoio da população para a obtenção ou não de recursos para novas missões (vide os anos após a explosão da Columbia).

O VEREDITO
Como dito no título, foi a surpresa do ano para mim (Kingsman eu assisti no ano passado), o filme conseguiu me fazer rir durante boa parte da trama, mesmo com a situação desesperadora do protagonista e depois fez meu olho ficar cheio d’água durante quase todo último ato, mostrando como a situação dele era realmente delicada. Matt Damon e Chiwetel Ejiofor on fire, impecáveis, Benedict Wong (quase esqueci dele) muito bem como engenheiro chefe, pressionado a todo momento para construir foguetes o mais rápido possível, Donald Glover (Community) com uma aparição rápida mais essencial…
Filme nota 10, só não é o melhor do ano porque Mad Max e Star Wars estão ai, e contra esses dois não há competição, estão no patamar das franquias clássicas.

Uniforme - Perdido em Marte

Uniforme BB-8

Pra quem duvida de tudo que Watney consegue fazer ou pra quem simplesmente quer saber mais da rotina de um astronauta, recomendo excelente Nerdcast com Marcos Pontes, o primeiro e único astronauta brasileiro, que dá uma ideia de como eles são treinados para decorar todo o sistema dos equipamentos que eles terão disponíveis, além da rigorosa seleção para quem vai ter a oportunidade de ir para o espaço: Nerdcast – Marcos pontes

DIREÇÃO
Ridley Scott

ELENCO PRINCIPAL
Matt Damon como Mark Watney
Chiwetel Ejiofor como Vincent Kapoor
Jeff Daniels como Teddy Sanders
Sean Bean como Mitch Henderson
Kristen Wiig como Annie Monstrose
Donald Glover como Rich Purnell
Jessica Chastain como Melissa Lewis
Michael Peña como major Rick Martinez
Kate Mara como Beth Johanssen
Aksel Hennie como Alex Vogel
Sebastian Stan como Dr. Chris Beck
Mackenzie Davis como Mindy Park

Assistam o filme, comentem aqui, pelo Facebook, Twitter, sinal de fumaça, pombo correio… e digam, acharam algum defeito no filme? Deixei passar alguma coisa? Comentem ai que eu vou comer batata com catchup. Até mais.



Close