BARONS

BARONS

Capitão América: Guerra Civil em busca do topo na Marvel




Não há dúvidas se o filme é bom, somente se é o melhor.




Capitão América Guerra Civil_cartaz

Os irmãos Russo (Joe e Anthony) estão de volta ao Universo Cinematográfico Marvel, depois de dirigirem Capitão América: Soldado Invernal eles chegaram para contar mais uma história de Steve Rogers que acaba envolvendo e impactando a todos os Vingadores.

A história aqui foi baseada no arco Guerra Civil dos quadrinhos onde Capitão América e Homem de Ferro se enfrentam por conta de uma lei proposta pelo governo para responsabilizar os heróis pelos danos colaterais causados durante as suas batalhas.

Diferente de Batman vs Superman que foi uma adaptação bem próxima de várias histórias contadas nos quadrinhos, o terceiro filme do Capitão América só é inspirada na HQ de mesmo nome e nas ideias base, o restante é totalmente original.

Aliás aproveitando o gancho, comparações entre Batman Vs Superman e Guerra Civil são inevitáveis, os filmes têm realmente a mesma base e como especulamos em Semelhanças entre BvS e Guerra Civil são mais parecidos do que imaginávamos, o que me levou a dar ainda mais valor ao filme da Marvel. Eu já havia gostado de BvS e acho que seus problemas não estragaram o filme, mas depois de assistir Capitão América 3, ficou muito claro que o filme da DC ficou devendo, onde BvS erra, o filme da Marvel mostra como é que se faz, tanto na direção, quanto no roteiro.

Para quem não tem paciência para textão, vá pulando pelos tópicos que vamos exemplificar alguns itens que fazem Guerra Civil brigar pelo pódio com os melhores filmes da Marvel.



[O TEXTO ABAIXO POSSUI SPOILERS DE TODOS OS TAMANHOS E ESTILOS.]

PANTERA NEGRA

Uma das únicas unanimidades de BvS é que a Mulher Maravilha roubou a cena na batalha final contra o vilão Apocalypse e deixou a todos ansiosos pelo seu filme solo.

Eis então que a Marvel nos apresenta o príncipe de Wakanda, T’Challa, interpretado de maneira magistral por Chadwick Boseman (que fez o deus Thoth em Deuses do Egito e James Brown em Get on Up), só que ele não rouba somente o fim do filme, ele é quase um protagonista durante toda a história.

E por que o ator merece tantos elogios? Boseman incorporou uma postura digna de um rei para o personagem, ele possui uma imponência em todas as cenas que o destaca em meio aos vários heróis com quem contracena, além de ter criado um sotaque próprio para os habitantes do seu reino, dando um toque a mais que não faria falta se não existisse, mas faz agrega muito ao personagem ter.

Mas esse é o T’Challa, quando veste o traje de Pantera Negra vemos o cuidado que a Marvel teve na concepção do personagem, ele é talvez o herói mais fiel a sua origem, nome e uniforme que já nos tenha sido apresentado. Com movimentos de extrema agilidade e sutileza, da forma dele correr parecendo que nem sequer toca o chão até seus saltos onde ele pousa sem nenhuma dificuldade, ele incorpora um verdadeiro felino, usando sua armadura de vibranium expressa os recursos naturais e tecnológicos do seu reino.

Pantera Negra em Guerra Civil

Pantera incomodado com os tiros de helicóptero

Como um amigo citou, o Pantera Negra é quase um Batman no filme, sério e focado, furtivo e sem papo-furado, além de ser o grande badass da história, quando todos caem ele é quem se mantêm lutando.

Num todo T’Challa/Pantera Negra roubou a atenção no filme e deixou muita gente mais ansiosa para o filme solo dele do que do próprio Spider, já que esse deve ser um filme de humor, aos moldes de Guardiões e Homem Formiga, enquanto o Pantera deverá ser totalmente sério e até místico.

HUMOR

Acredito que a ideia inicial quando estavam dividindo os grupos seria deixar o Gavião Arqueiro de um lado e o Homem Formiga do outro para serem o alívio cômico de cada um dos lados, mas aí caiu um Homem Aranha no colo dos irmãos Russo e facilitou muito a vida dos caras (O Gavião Arqueiro do cinema, não está nem próximo do humor do personagem nos quadrinhos). Um novato com senso de humor e euforia a flor da pele de cada lado da batalha, dois fãs dos heróis tendo a oportunidade de lutar ao lado (e contra) seus ídolos, Scott Lang e Peter Parker foram nós, espectadores, dentro do filme e por isso deu tão certo.

A sacada de o Tony Stark ter planejado a entrada do Aranha, para pegar todo mundo de surpresa e prender o Capitão de maneira rápida foi muito maneira, ainda mais ele nem saber o que estava acontecendo, mas o papel do Homem Formiga na cena foi acima de qualquer crítica, o Capitão usando a mesma fórmula do gênio Stark, o elemento surpresa, um herói que ninguém conhecia as habilidades, para equilibrar a batalha contra o também desconhecido Aranha foi sem palavras.

No quesito criança “overexcited” e diversão, o Homem Aranha foi incrível, todas as cenas dele foram superengraçadas (deixariam 90% das comedias atuais no chinelo) e devem ter feito os executivos da Sony se afogarem nas próprias lagrimas vendo como é que se faz o personagem, mas o Homem Formiga teve a junção do humor, habilidade e importância que fizeram ele roubar (Scott Lang, roubar…pegou essa?) a cena do aeroporto, ninguém foi tão bom naquela cena, quanto ele.

Tratando o filme como um todo, a taxa de humor está no padrão Vingadores, tem um tema e um clima sério e pesado como o último Capitão América, mas com aquelas conversas bem informais entre os heróis, como já comentamos em Vingadores: Guerra Sem Fim, eles acabam brincando mesmo em momentos de pura tensão, e é o que transforma os Vingadores em uma equipe tão querida e diferenciada, muitas vezes usando de ironia e sarcasmo para passar uma mensagem séria sem soar como uma briga.

LUTAS

Prêmio de melhores diretores de cenas de luta da história, só me lembro de ter ficado tão empolgado com cenas de luta no cinema, na trilogia Matrix.

Em Soldado Invernal tivemos várias demonstrações do talento deles (vide cena do elevador e a briga com faca, só para exemplificar), mas o que foi feito nesse filme, é uma SACANAGEM. As coreografias, ângulos de câmera e até o impacto das porradas, são surreais!! Cada pancada é uma fratura e cada luta transformou o público do cinema em uma torcida de estádio, adrenalina a mil em todas as cenas.

Visão e Feiticeira Escarlate foram deixados em segundo plano para que as lutas pudessem acontecer de verdade, já que Hulk e Thor não estão no filme por serem muito poderosos, Visão e Wanda também poderiam acabar com toda aquela confusão sem maiores problemas, então eles foram usados só para dar o rumo desejado a toda aquela confusão que estava acontecendo.

Falando de cenas especificas, a do aeroporto é a maior e mais importante, mas foi mais engraçada do que emocionante, a cena que me conquistou de verdade foi a sequência do túnel, é a apresentação do Pantera Negra, tem luta, correria, perseguição automobilística, slow motion, foram 3 minutos sem respirar, grudado na cadeira do cinema.

OUTROS PONTOS
Quem está certo na guerra civil?

Quem disse que filme de herói não pode ter uma mensagem de reflexão? Se nas HQs, Tony Stark esteve sempre a beira de ser vilanizado, no filme, o roteiro tem outro mérito em mostrar os dois lados onde ambos estão errados (na minha opinião).

1- A Wanda não pode ser culpada por evitar um cara de se explodir no meio de um comércio e acabar explodindo a 15 metros de altura, ela salvou muita gente ali. Exceto pelos acontecimentos de Era de Ultron (Ultron criado pelo Stark e o Hulk maluco), todos os outros argumentos apresentados não fazem sentido, já que eles salvaram o mundo e diferente do Homem de Aço onde o Zod veio para a Terra por causa do Superman, nos filmes da Marvel os vilões surgiram por falhas do governo e da Shield ou por acreditarem que a Terra não tinha defesas suficientes (Loki).
A lei até tem um objetivo bom, mas os termos e argumentos não convencem.

2- Se você tem amigo que cometeu vários crimes, mas que foi obrigado a fazer isso, você tem que buscar provar a inocência dele e não sair espancando a polícia de tudo quanto é lugar. Se o próprio Zemo não quisesse ser descoberto os heróis estariam brigando até agora, diferente de BvS uma simples conversa não resolveria aqui já que o Capitão iria defender o Bucky mesmo que ele fosse culpado, então ninguém acreditaria, mas daí você desistir de provar inocência e só brigar, é besteira.

3- Você tem uma dúzia de seres super-poderosos conhecidos que querem ajudar a salvar vidas, e você manter metade deles preso, só porque eles não querem seguir ordens de alguém que não os representa, é babaquice. O general Ross enfim conseguiu se vingar dos super-heróis, pelos problemas que o Hulk o causou anos atrás.

FALCÃO OU SOLDADO INVERNAL

O Falcão foi uma das melhores surpresas do filme para mim, o personagem ganhou uma importância que eu não esperava que ele fosse ter, muitas vezes sendo mais protagonista até que o próprio Soldado Invernal. O braço direito do Capitão América teve seu equipamento aprimorado, usando as asas como escudo varias vezes, enfim ganhou seu “parceiro” Redwing, o drone de reconhecimento (não faria sentido usar um falcão de verdade em pleno século XXI), além de terem estreitado ainda mais sua amizade com o Capitão, foi um dos meus personagens favoritos no filme e acredito que o Anthony Mackie tenha o carisma mais que suficiente para substituir o Capitão em breve.

Falcão e Redwing em Guerra Civil

Falcão e sua “fantasia de pássaro”

Já o Soldado Invernal, está entre meus personagens visualmente favoritos, e o Sebastian Stan é um ator que até hoje só consegui gostar como o Soldado Invernal mesmo, por todas as ações do personagem até hoje acho que será muito difícil colocar ele na equipe enquanto Homem de Ferro e cia estiverem em ação, mas espero que ele volte em breve pois é o único com que tem frieza nos seus atos.

Trailers com spoilers

Acho que algo que deve ganhar um pouco de atenção especial são os famigerados trailers. Eu mesmo reclamei no twitter (não é para isso que ele serve mesmo?) porque era inscrito no canal oficial da Marvel no Youtube e na véspera da estreia eles soltaram vários vídeos com entrevistas e durante o auto play acabou passando a cena, ainda inédita, do Soldado Invernal lutando contra o Capitão América, os Vingadores “à paisana” e pior, contra o Homem-Aranha. Eu não tinha sequer assistido ao último trailer para não ver o Aranha e depois de tanto tempo fugindo de spoilers, tomo essa na cara faltando menos de uma semana para assistir ao filme.

O mais interessante é que realmente foi um spoiler, mas diferente dos outros casos recentes que nós comentamos AQUI, aquela cena do Bucky batendo em todo mundo me deixou perdido na cronologia do filme, e na verdade todas as cenas exibidas em trailers e materiais para TV só serviram para me deixar sem rumo na história, até o ato final, a grande batalha entre os 3 exibidas lá no primeiro trailer eu sabia que ainda iria acontecer, mas não tinha ideia de como e nem porquê.

O fato é, continuaram os spoilers, mas já foi muito menor do que qualquer um dos filmes anteriores, dessa vez eu acho que eles conseguiram usar para o bem todo o material divulgado, além de não ter entregue as cenas mais épicas do filme, ainda conseguiram despistar quase que totalmente o rumo da trama, fui várias vezes surpreendido pelos acontecimentos da história e onde as cenas dos trailers se encaixavam no filme. E acho que nada exemplifica melhor a melhora na deles em guardar segredo, que a cena do Homem Formiga gigante, quando ele começou a se preparar, eu fiquei que nem besta balançando a cabeça sem acreditar que eles fariam aquilo e melhor, sem vazar a menor informação sobre, enfim tive aquela sensação de realização que me tiraram em Vingadores 2, quando mostraram a cena completa do Hulkbuster.

Tia May

A tia May, eitcha lê lê essa tia May, ela conseguiu arrancar mais suspiros que a Agente 13 e a Natasha juntas, e além de suspiros, gerou comentários como “Nossa essa tia dele ai tem 20 anos!”, “Aff, nada a ver a tia dele é quase da idade dele!”. Pessoal, pessoal, o que é isso? Vamos pensar um pouco. A tia May dos primeiros Homem-Aranha tinha idade para ser vó dele fácil (não deve ser parâmetro), a do Amazing Spider-Man já era mais nova e encaixava bem no papel de irmã da mãe. Agora, vamos levar em consideração a idade real dos atores, Tom Holland tem 19 anos, a Marisa Tomei está com 51, a única coisa “errada” nessa relação, é a beleza da atriz, mesmo que ela fosse mais ou menos da mesma idade do Peter, ela é irmã da mãe dele e não A mãe dele, minha mãe pode ter 40 anos e a irmã dela 25 e ter ficado gravida de mim aos 20, faz as contas. Era uma coisa que nem merecia ser discutida, mas achei engraçado pra caramba. (Mas que ele é feio demais para ser sobrinho dela, isso é verdade).

Tia May em Guerra Civil

Tia May mandou um oi!

Com a Gwyneth Paltrow fora da jogada, seria bem legal ter um tio Stark em Spider-Man: Homecoming, pelo primeiro contato ser entre Stark e May poderia até acontecer alguma coisa, mas como as participações do Robert Downey Jr. estão cada vez mais complicadas por causa do preço, eu não coloco muita fé na possibilidade.

A BATALHA FINAL

O final mostrou que um filme não precisa ser totalmente sério para ter uma discussão ideológica e uma batalha feroz e violenta. Depois de todas as brigas que tiveram durante o filme, eu não esperava que eles tivessem uma luta tão brutal no final, com muito mais sangue e violência que a própria briga entre Batman e Superman que foi um filme tão sombrio. Até nisso os irmãos Russo conseguiram surpreender e serem condizentes com o que a trama pedia, a morte pairou em ambos os lados, e no final fiquei muito satisfeito com o desfecho.

O QUE DEVE SER DITO PARA SER JUSTO
O tempo que o Tony leva para chegar a Sibéria

Capitão e o Bucky roubam um Quinjet por ser o método mais rápido disponível para eles chegarem a tempo na Sibéria e impedir Zemo de despertar os outros Super-Soldados. Usando as armaduras, Homem de Ferro e o Maquina de Combate tentaram interceptá-los, mas Rhodes foi abatido. OK. Depois de seu amigo ter sido ferido, o Tony acompanha o Rhodes até o hospital e aguarda os exames para saber a gravidade dos ferimentos, depois vai de helicóptero até a prisão submarina onde estão os heróis “rebeldes”, conversa com eles até ficar sabendo para onde o Capitão foi, para aí sim se dirigir até a Sibéria e conseguir alcançar os dois antes deles chegarem até o Zemo. Esse foi o único furo no roteiro que eu percebi assistindo ao filme, todo o resto da história foi muito bem amarrada e explicada.

A CORAGEM

Muito se falou a respeito das mortes no Universo Marvel, que já temos vários e vários filmes de heróis da MCU e a noção de perigo está ficando para trás já que ninguém morre e por maior que seja a ameaça, eles saem vencedores no final sem danos diretos, foi então que como aconteceu com o Coulson em Vingadores 1, o Nick Fury “morreu”, mas morte de mentira não conta, então mataram Mercúrio em Vingadores 2, mas aparentemente só eu e a irmã dele ficamos tristes por ele, então havia toda uma expectativa que agora sim a Marvel tomaria coragem e mataria alguém de peso, até porque estavam adaptando uma história onde o Capitão América acaba morto e a reformulação do universo está batendo a porta aí com vários heróis novos já apresentados.

Tony e Rhodes em Guerra Civil

Rhodes quase morto

Eis então que o Maquina de Combate é abatido, hum se ferrou em Rhodes, mas na sequencia já descobrimos que ele sobreviveu (ahhhh), mas ficou paraplégico (O.O), até aí tudo bem, não morreu mas sofreu um ferimento sério, já é alguma coisa, até que então eles nos lembram que seu melhor amigo é o Tony Stark, é só o cara produzir uma espécie de prótese robótica que logo logo ele já está correndo feliz por aí… Ahh Marvel, “ameaçou ir e acabou não fondo”, ou faz ou não faz, não prometa e depois desista, não quer matar ninguém e nem sequer machucar ninguém, ok, eu entendo, mas fazer para depois desfazer, não róla.

O Vilão

Aí entramos novamente na discussão, o que aconteceu com a Marvel depois da apresentação do Loki. Particularmente eu nem tenho tantos problemas com o Ultron (veja aqui os prós e os contras do último Vingadores), nem mesmo com o Caveira Vermelha ou o Whiplash, só com os de Homem de Ferro 3, esses foram demais para minha paciência, mas as motivações do Zemo nesse filme não me conquistaram, ele permanecer vivo garante que ele ainda será lembrado no futuro e talvez tenha muito mais coisa por trás das suas ações, mas como no caso de Lex Luthor de BvS todo mundo disse que o personagem deve ser julgado pelo que foi mostrado e não por especulações. Então, o plano, assim como o do Lex é muito complexo, mas suas motivações são duvidosas.

Eu espero que no futuro mostrem que tudo que Zemo fez foi por conta da Ordem Negra de Thanos, Ebony Maw ou Supergiant, por exemplo, enfraquecendo as defesas da Terra para a chegada do grande vilão do próximo Vingadores.

FINALIZANDO

Para finalizar o textão (esse filme merece tanto textão quanto BvS), a maior diferença de BvS e Guerra Civil, é o tom com que se conta praticamente a mesma história. Guerra Civil transforma um filme sério (talvez tão sério quanto o CA: Soldado Invernal), em um filme que a família toda poderá assistir e se DIVERTIR, dos nerds que pegaram a referência à Star Wars do Homem Aranha (os caras fizeram referência a Star Wars!!!!), até quem achou super fofo o beijo do Capitão. Em Guerra Civil, tem amor (menos que em BvS), humor, ação, aventura e muita tensão, ou seja, todo mundo gosta de pelo menos um desses gêneros e quando você conta bem uma história, sem furos ou soluções duvidosas, o filme faz o sucesso que é e será Capitão América: Guerra Civil. E a Emily VanCamp é muito linda, desculpa, mas eu tinha que compartilhar isso!

Emily VanCamp em Guerra Civil

A linda Agente 13 (Emily VanCamp) e um Hobbit

Uma observação legal é que eu estava terminando de escrever esse texto quando assisti ao vídeo do Invasão Nerd e o cara fez a ligação entre a explosão do Nitro com a do Ossos Cruzados, na hora minha cabeça explodiu (vocês não fazem ideia da quantidade dessas piadinhas que eu retirei do texto), nem tinha passado pela minha mente a referência, durante o filme só tinha percebido a semelhança com as HQs na cena do Homem de Ferro atacando o Capitão América [imagem abaixo]. Foi o primeiro vídeo do canal que eu assisti, mas acho que ele merece os créditos aqui.

Capitão vs Iron Man Guerra Civil

Filme vs HQ

Para fechar, é o melhor filme da Marvel? Isso é muito pessoal e jamais haverá uma lista definitiva, mas junto com Guardiões da Galáxia, é sim meu filme favorito Marvel.

Para você eu nem vou perguntar se gostou, porque seria uma pergunta besta, mas esse é o melhor filme da Marvel? Deixe aí nos comentários a sua opinião, cornete também se falei alguma besteira aqui ou se esqueci de alguma coisa importante. Até a próxima e que venha Dr. Estranho, Pantera Negra, Homem Aranha e qualquer coisa da Marvel até que nosso dinheiro termine!


Tags do post:


Close